Inicio | Apresentação | Programação | Mini-Cursos | Oficinas |Simpósios Temáticos

Voltar


Simpósio Temático 04
Título: História, espaço e Região
Proponente: George Silva do Nascimento (PPGH-UFPB)

Resumos:

 

Autora: Francisca Cleiva Rodrigues Pereira
Orientador: Tyrone Apollo Pontes Cândido

Migração entre Sertão central (Quixadá) e Serra Pelada na década de 1980: Um Garimpo de Sonhos e Ilusões
O país vivia um período de inflação e desemprego. A fome no nordeste aumentava ainda mais a lista de miseráveis a procura de uma solução para combater a iminência da morte. Foi nesse contexto que nasceu o garimpo de Serra Pelada, a promessa de um novo Eldorado Brasileiro, a solução para o pagamento da dívida externa e o tão esperado crescimento do Brasil. Foi lá que cerca de 116 mil homens depositaram seus sonhos, esperanças e ilusões. Este trabalho visa analisar a importância das versões como forma de representação de uma realidade vivida. Para ilustrar essa idéia serão expostos os relatos de ex-garimpeiro que vivenciaram o auge e decadência do maior garimpo a céu aberto do mundo: Serra Pelada. Mesmo a região sendo um núcleo de disputas políticas, não foi minha intenção aprofundá-la neste trabalho, mas contar o que foi esse período e local para as 116 mil pessoas que por ali passaram. O que norteou este trabalho foi o uso da memória como figura fundamental no resgate da história como sobrevivente do passado.


Autor: José Cláudio Leôncio Gonçalvez
A Representação do Cariri Cearense no Cinema da Caravana Farkas


Considerando que os filmes, assim como a pesquisa e outros documentos que servem de registro histórico, não são reflexos da realidade, mas construções sobre este real, recriando-o, atribuindo-lhe valores e significados a partir de uma linguagem própria, produzida num dado contexto histórico. Portanto, configurando-se como “representação” – categoria central da História Cultural. Pretendemos pensar e falar na produção do espaço regional caririense(objeto de pesquisa), a partir de representações imagético-discursivas de filmes(discursos–registros de significados) da Caravana Farkas. Esta se constituiu enquanto um projeto cinematográfico intencionado, na década de 60 e início da década de 70, em realizar, especialmente, um “estudo das diferentes realidades do país”, “a busca em revelar as múltiplas vozes do homem brasileiro” e “mostrar como vive o homem no Brasil”(LUCAS: 2006, 11-12). Como o Cariri cearense é dado a ler e ver por meio dessas representações? De que forma esses fi lmes produziram “territórios” imaginários e se fixaram enquanto representações desse espaço regional? Para tanto, nosso material de análises serão os filmes da Caravana Farkas que tomaram o Cariri como objeto de conhecimento.

Palavras-chaves: Caravana Farkas; História-cinema; Cariri cearense; representação
Autor: Renato Alcântara de Abreu
O ADVENTO DA FERROVIA COMO MEIO IMPULSIONADOR DAS TRANSFORMAÇÕES SOCIAIS NO DISTRITO DE LAGES-Ce


A pesquisa corrente tem como finalidade, avaliar a instalação da linha férrea no distrito de Lages, na região Centro-Sul do Estado do Ceará como fator que trouxesse a modernidade, procurando explicar o impacto desta no processo de urbanização e no aparecimento de novas cidades ligadas às estações ferroviárias, que, especificamente, possibilitou o distrito de Lages a se tornar anos depois a cidade de Acopiara nas primeiras décadas do século XX. Inserindo, portanto, o processo de urbanização da sociedade em seu conjunto e abrangendo no processo histórico de desenvolvimento da referida cidade. A povoação de Lages, até então adormecida, recebeu como prêmio a sua Estrada Ferroviária, com a inauguração em 10 de Julho de 1910, tomando novos rumos e possibilitou partir para a sua emancipação com padrões urbanos. Pois através disso, nos fatores diversos, porém interrelacionados, buscaremos compreender sobre o papel da ferrovia, como um dos fatos históricos mais relevantes para o desenvolvimento da cidade e, conseqüentemente, entender o aperfeiçoamento em Lages, de condições para se desenvolver e vindo a surgir Acopiara. Questões estas que estão sendo analisadas por meio de documentos, jornais, livros, artigos e depoimentos.


Autora: Marise Magalhães Olímpio
Orientadora: Dra. Kênia Rios
" De dia falta água, de noite falta luz": Trajetórias e experiências dos primeiros moradores do Conjunto Habitacional Prefeito José Walter (1970-1982)


O Conjunto Habitacional Prefeito José Walter, mais um dos conjuntos habitacionais financiados em todo o Brasil pela política habitacional da Ditadura Militar, foi construído em 1970 na região sul de Fortaleza objetivando reduzir o déficit habitacional ocasionado, principalmente, pelo elevado número de migrantes que chegaram a cidade nas três décadas anteriores. Esta pesquisa procura perceber como os primeiros moradores deste Conjunto lidavam com as dificuldades vivenciadas (falta de água, ineficiente meios de transporte públicos, ausência de mercantis) e que estratégias, dentro de sua diversidade de trajetórias e experiências (enquanto migrantes originados de diversas regiões do Estado) e da relação com o novo espaço, (re)criavam para tentar superá-las, destacando toda rede de sociabilidades e tensões existentes dentre os moradores, assim como entre os moradores e o Poder Público. Para tanto dialogamos com historiadores, geógrafos e cientistas sociais que se dedicar ao estudo das migrações e, para além, à relação entre a cidade e seus novos “cidadãos”. Dentre as principais fontes utilizadas destacamos jornais da década de 70, documentos oficiais e narrativas produzidas pelos moradores do Conjunto sobre o período, observando as metodologias e reflexões históricas no uso de suas especificidades.


Autor: Paulo Pereira de Sousa
A FORMAÇÃO DO BAIRRO SALESIANO: JUAZEIRO DO NORTE


Este trabalho é resultado de uma pesquisa feita com moradores, funcionários, ex-funcionários e pessoas que participaram e vivenciaram a instalada e construção da capela de nossa Senhora Auxiliadora, na cidade de Juazeiro do Norte – Ce, em meados da década de 1940, onde hoje funciona o estabelecimento da congregação salesiana, no mesmo bairro. Tal fixação provocaria o desenvolvimento de moradias em torno da capela, tendo a contribuição de elementos dicotômicos. No qual se busca analisar seu processo de transformação, partindo da questão dualista existente no sagrado e profano, que daria origem a um novo aglomerado de pessoas “Bairro”. Ocasionando choque/harmonia de interesses entre a ideologia católica dominante, intelectualizada “Dogmas da Religião Oficial”, com a do povo “Catolicismo Popular” e suas manifestações.
Palavras-Chaves: Religião-Oficial. Catolicismo-Popular. Choque/Interesse.


Autora: Maria Elaine Arrais Nascimento e Francisco Arrais Nascimento
O poder feminino nas manifestações religiosas do candomblé


O feminino no poder é uma característica comum nas religiões afro-brasileiras o que se apresenta como uma singularidade da mesma, diferenciando-as dos cultos religiosos ocidentais. Esse fato provoca estranhamento em nossos dias uma vez que as religiões dominantes na sociedade ocidentais moderna em sua maioria não admite uma mulher em uma posição de destaque ou superior aos cargos exercidos pelos homens. Imaginem nos séculos XVIII e XIX, quando mulheres negras surgem na Bahia como sacerdotisas centrais dos templos em uma expressão religiosa denominada Candomblé. Para explicar esse fato, esta pesquisa procurou elucidar a trajetória da mulher negra trazida da África para o Brasil, mostrando suas relações sócio-culturais-econômicas desde suas origens africanas ate a “aceitação” na sociedade brasileira.


Autor: Irismar Araujo dos Santos; Keyla Michele da Silva Martins; Maria Lídia de Oliveira; Zuleide Fernandes de Queiroz
O Liceu do Ceará(1960-1975): Abordagens Históricas


Nosso objetivo neste trabalho é relatar a história do Liceu do Ceará focando os anos 1960 e 1975, a idéia de realizar esta pesquisa nasceu a partir das leituras feitas nas disciplinas: Introdução a Educação, Evolução da Educação Brasileira e História da Educação no Ceará e na Região do Cariri, vistas no Curso de Pedagogia da URCA. Utilizamos como referencial metodológico o estudo bibliográfico o que nos proporcionou tomarmos conhecimento de que este é o terceiro mais antigo colégio do Brasil. Ao final do estudo pudemos concluir que foi de extrema relevância o resgate da história dessa instituição de ensino escolar uma vez que a mesma contribuiu para o avanço educacional do nosso estado.

Autora: Francisca Jaquelini de Souza Viração
O CONCEITO DE ESPAÇO NAS REMONSTRÂNCIAS DE ANTÔNIO PARAUPABA


No século XVII o nordeste era um espaço de disputa entre portugueses e holandeses e durante o domínio holandês o trabalho de evangelização protestante foi intensa deixando muitos frutos, dentre eles os potiguaras. Em 1654 quando acontece a rendição holandesa quatro mil índios, dentre eles potiguaras e tapuias se refugiam na Serra da Ibiapaba. o líder da marcha Antônio Paraupaba viaja à Holanda onde apresenta duas remonstrâncias aos Estados Gerais Holandeses, a qual está completa de justificativas do por quê os holandeses deveriam ajudar aqueles índios, e a principal é que os potiguaras não pertencem ao espaço português, pois eram protestantes e os tapuias por serem aliados políticos dos flamengos, também não pertencem mais àquele espaço. Paraupaba usa a dutrina católica do Direito Divino dos Reis e protestante de Igreja Universal para dar fundamento a seus argumentos. Este trabalho fundamenta-se na obra de Marilena Chauí, Brasil mito fundador e sociedade autoritária,, para entender como o Direito Divino dos Reis aplicava-se ao conceito de espaço na época e na obra de Frans Leonard Schalwijk, Igreja e Estado no Brasil Holandês, para compreender como o trabalho protestante no Brasil contribuiu para criar um conceito de espaço diferente do católico.